Crescendo Na Graça

CRESCENDO NA GRAÇA

Estamos com  cinco  anos  de Ministério (1.992 - 1.997) e  já  passamos  por quatro  aprovações  de    Deus.
Fomos  aprovados  por  Deus, de  unção  em  unção,  Ele  foi (e está)  nos aperfeiçoando  e  nos  promovendo.
Em  93  recebemos  do  Senhor  o  nome  de  “Ministério Palavra de Deus” baseado  em  Atos  6: 4.
Muitas coisas novas estão acontecendo em nossas vidas. 
Principalmente  a  mudança  da  nuvem (direção de Deus) para  “outro  lugar” (uma  nova  visão,  um  novo  entendimento).
Nestes  5  anos,  posso  resumidamente  citar (até agora)  as  manifestações “da  nuvem”  em  nosso  meio,  que  está  sobre  nós.
Não  se  esquecendo  que  a  cada manifestação,  só  nos  era (e foi) acrescentado  e  nunca  tirado. 
1º) A Ministração   da   UNÇÃO: - (Isa. 10: 27) - (1.993) 
2º) O  Ensino  Sobre  a  FÉ:  - (Rom. 10: 17) - (1.993 a 1.997) 
3º) Os  DONS  Espirituais: - (I Cor. 12) - (1.995 a 1.997) 
4º) A  GRAÇA  Revelada: - (II Pe. 3: 18) - (1.997 à …) 
--- Aqui  está  “o  currículo”  do  Ministério  Palavra  de  Deus  até  o  mês  de Março  de  1.997,  
e  a revelação mais recente que o Senhor me deu, a respeito da “Mudança Ministerial” que o Espírito Santo, mediante a revelação da Graça de Deus, nos  deixou  bem  claro.
Sendo  assim (por  ordem  e  revelação divina) seja  conhecido  de  todos  que diante  de  Deus  já  não  é  mais: “Ministério  Palavra  de  Deus , e  sim,  Ministério  “Profético e Apostólico”  Palavra  de  Deus  
Lembre-se  disso:
A  Graça  não  veio  tirar  nada  do  que  já  tínhamos,  mas  “acrescentar”. 
Deste modo: 
1º) UNÇÃO  e  Graça.                                         3º) DONS  e  Graça.
2º) FÉ  e  Graça.                                                  4º) GRAÇA  sobre  Graça ! ! !
Um Ministério “Profético e Apostólico” Palavra de Deus”, só pode ter “esse nome” e cumprir esse ofício “se” seus ensinos e fundamentos estão baseados e firmados nos ensinos Apostólicos
( Paulo, Pedro, João e Tiago ), principalmente os ensinos de Paulo, pois foi especificamente “enviado” ( feito Apóstolo ) para pregar e ensinar “os gentios” (que somos nós - Atos 9:15 - Atos-13: 47  I Timó. 2:7 - Rom. 11:13 ).
Estamos  em  fase  de  “crescimento  espiritual” ( II Pe. 3: 18 ), pois já  “nascemos”. (I Jo. 3: 9)
Se o “Alimento cru” já era bom, e nos fortalecia, pois vivíamos debaixo da unção, por fé, ministrando os dons espirituais; quanto mais o “Alimento cozido” que já nos “foi preparado” ? ? ?

Palavra final:

“Dou graças àquele que me fortaleceu, a Cristo Jesus Nosso Senhor, porque me considerou fiel, pondo-me no seu ministério…A mim que outrora fui blasfemo e perseguidor e injuriador;mas alcancei misericórdia porque o fiz ignorantemente,
na incredulidade; e a graça de Nosso Senhor “superabundou” com a fé e amor que há em Cristo Jesus… ( I Timó. 1: 12 à 14 )
Nesta apostila, teremos por “base central” a instrução apostólica de Pedro para a Igreja, que somos nós:
“Antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo !” (II Pe. 3:18 ).
Tudo começou com esse texto. Foi a partir daí que ocorreu “a mudança ministerial, pessoal e eterna. Agora sabemos que “crescer na graça”, não é “uma fase” do crescimento cristão, e se for, quero que todos saibam que “é uma fase eterna…”

Todo crente que  já  “nasceu”  de  novo,  pode,  deve, e tem que  “crescer”  na  graça !
Eis o motivo de muitos (a maioria) crentes estarem “nas igrejas” há tantos anos e não passam de “bebês na fé”. A visão é essa, após “nascer” o próximo passo é “crescer”!
Só não “consegue” crescer quem ainda não nasceu. Deus não quer que em seus “hospitais” (suas igrejas) apenas haja nascimentos. Mas também crescimento.Entendo (por revelação) que crescer é mais importante do que nascer.
Pense comigo, imagine “numa maternidade” onde “nascem” centenas de crianças, o que seria de seus pais se elas não crescessem ? Já faz vinte anos que ela nasceu e ainda continua dependente, tomando chuquinha, mamadeira, papinha, sendo carregada no colo etc.… (pois só nasceu…)
“Infelizmente”, está assim de “crianças” nas “maternidades de Deus”, que até ontem só tinham nascido… até ontem ? ! ? Sim, até ontem ! ! ! Pois, declaro e profetizo que a partir “de hoje” você nunca mais será a mesma pessoa…
Chuquinha ? Nunca mais ! Papinha ? Nunca mais !
Perceba:
“Quando eu era menino, falava como menino, pensava como menino, 
raciocinava como menino…” (I Cor. 13: 11a)
Veja como são as “atitudes” de quem “ainda” é menino diante de Deus:
1o – falava        2o – pensava     3o - raciocinava
Note que as três atitudes “caracterizam” um menino, que somente “nasceu”.
Não me responda ! Somente me ouça ! 
O que você fala????        O que você pensa????    O que você raciocina????
O mesmo apóstolo Pedro que nos mandou “crescer na graça” também nos disse para fazermos algo a mais: “Se alguém fala, fale segundo as palavras de Deus…” (I Pe. 4: 11)

Obs:
Percebemos facilmente que uma pessoa (um crente) que não fala segundo as palavras de Deus,   é porque “ainda” não cresceu na graça e no conhecimento…
(“só nasceu…”)
E a paz de Deus, que “excede todo o entendimento”, guardará os vossos corações e as vossas mentes “em Cristo” Jesus. Quanto ao mais, irmãos, “tudo” o que é verdadeiro, “tudo” o que é puro, “tudo” o que é amável, “tudo” o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, NISSO “P E N S A I” !  (Filip. 4: 7, 8)
Um outro erro de quem “só nasceu” é os seus raciocínios.
Obs.:
Não estou dizendo que não é importante nascer. Mas não só nascer !
Após nascer é preciso “urgentemente” crescer ! Se você pensar bem,perceberá que quem teve um “nascimento normal” crescerá normalmente ! 
O  que  é  um  nascimento  normal ? ? ?
“É o nascimento da água e do Espírito !” (Jo. 3: 5) 
a) Água: é a Palavra de Deus, que nos lava, nos limpa, nos renova… 
b) Espírito: é a “manifestação de Deus” em nós, a própria vontade de Deus, como João mesmo disse: “filhos nascidos não do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus…” (que é Espírito - Jo. 4: 24) Jo. 1: 13 
Veja o que o apóstolo Paulo disse a respeito “dos raciocínios”: 
“Derrubamos “raciocínios” e toda “altivez” que se levanta “contra” o conhecimento de Deus… 
( II Cor. 10: 5a ) 
Os raciocínios “humanos”, teóricos, lógicos, racionais, e por fim, teológicos tradicionais, por sua vez “são altivos”, soberbos e orgulhosos ( espiritualmente falando ).
É preciso saber convictamente que, as palavras de Deus “são espírito”!!! ( Jo. 6: 63 )Isso nos dá a entender que “na razão, na lógica etc”, não receberemos a “plena revelação” da Palavra de Deus, 
pois suas palavras “são para o nosso espírito”. Paulo mesmo nos disse que o Espírito Santo “nos ensina” a comparar coisas espirituais com as espirituais… (I Cor. 2: 13)
Revelação:

“Os raciocínios (humanos…) e a altivez” (soberba espiritual) se “levantam contra” o conhecimento de Deus ?!?!?

Contra quem??? 
a) Raciocínios
b) Altivez
c) Conhecimento
Aí estão os três ítens de II Cor. 10: 5. O apóstolo Paulo nos disse que “os” raciocínios e “a” altivez se “levantam contra” o “conhecimento de Deus”.
V O C Ê  E S T Á  E N T E N D E N D O  ? ? ?
Pedro nos disse:
“Antes, crescei  na  graça  e  no  conhecimento  de  nosso  Senhor e  Salvador  Jesus  Cristo…”
( II Pe. 3: 18 ).
Paulo disse:
“Os raciocínios e a altivez se levantam contra o conhecimento de Deus…
(que é o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo) (II Cor. 10: 5)
Aí você diz: “Pastor! Então o que se fazer? Que luta! Que batalha ! 
O que fazer? Vamos ler II Cor. 10: 4 ! ! !
“As armas” da nossa milícia “não são carnais”, 
mas sim “poderosas em Deus” para destruição “das fortalezas”.
Alguém diria:    São as fortalezas do diabo ! ! ! 
E eu digo:   “ NÃO ! ! ! ”  Não tem nada a ver com o diabo !
Perceba:
Portanto, visto que os filhos (de Deus) participam da carne e do sangue, também ele (Jesus) participou das mesmas coisas, para que “pela morte” aniquilasse o que “tinha” ( se tinha, não tem mais… ) o império da morte, isto é, o diabo. E livrasse a todos os que, com medo da morte (a saber, o diabo), “estavam” (não estamos mais…) por toda a vida sujeitos à escravidão…” ( Heb. 2: 14, 15 )
 Obs.:
Esse texto deixa “claríssimo que” Jesus pela sua morte e ressurreição aniquilou o diabo em nossas vidas. Agora você sabe porque João disse:
“Aquele que é nascido de Deus… o maligno (o diabo) não lhe toca !” (I Jo. 5: 18)
          E não nos toca porque ? ? ?
         “Porque  Jesus  o  destruiu !” (Heb. 2: 14)  QUEM  RECEBE ?
Quando Paulo disse, “para destruição das fortalezas” (II Cor. 10: 4) não era as fortalezas do diabo que “nossas armas não são carnais…”
 Pois “não éramos páreo” para lutar contra o diabo e o “aniquilar” para sempre.
Quem fez isso “por nós” foi Jesus Cristo ! ! !
Você não tem que lutar contra o diabo ! ! !  -  Jesus fez isso por você ! ! !
Para vencer o diabo, precisava de “alguém” mais forte do que ele.
Precisava  de  alguém  que  fosse  mais  valente  do  que  ele.
“Ou como pode “alguém” ( Eu, Jesus Cristo ) entrar na casa ( no mundo ) do valente ( o diabo ) 
e roubar os seus bens ( leia Efés. 2: 2 ), se primeiro não amarrá-lo, saqueando então a sua casa ? 
( Mat. 12: 29 )

 Quando ele o amarrou ? ? ?   (Leia  de novo Heb. 2: 14)
Ah ! Quantas pessoas “interpretando errado” esse texto estão por aí nas igrejas ensinando os crentes que eles “tem que lutar contra o diabo” (? ! ?)
Ora, se temos que “lutar contra o diabo”, o que Cristo fez então ? ? ? ? ? ? ? ?
E eu (Pr. Marcos)  vos exorto e vos digo:
“...não anule a graça de Deus (o sacrifício de Cristo por você), pois “se” a justiça provém da lei 
(“se” você tem que lutar hoje contra o diabo), segue-se que Cristo morreu em vão.” ( Gál. 2: 21 )
Você tem o Espírito de Deus dentro de si ? ? ?  Tem ? ? ?
Então você está entendendo o que ele mesmo está lhe ensinando…
“As fortalezas” que tem de ser destruídas com “as armas que são poderosas em Deus”, 
são:  os raciocínios e toda altivez”, que “se levantam contra” o  conhecimento  de  Deus…
Perceba que “não é o diabo” que “se levanta contra” o conhecimento de Deus. 
Paulo disse que quem se levanta contra, são “os raciocínios e a altivez”.
Os crentes erraram o alvo. Eles tem que lutar contra os raciocínios e a altivez, sobre o diabo… 
Jesus  já  resolveu  por  nós… ( Glória e graças à Deus )
“Receba esse apostolado em seu espírito, pois o ensino apostólico é para a igreja, que somos nós, que estamos em Cristo…”
Para que possamos dar continuidade a esse apostolado, aí vai uma receita que funcionou comigo. 
E se foi bom para mim que já estava em Cristo, também será para vocês que também estão:
a)   SEJA HUMILDE, pois  Deus  resiste  aos  soberbos, mas  dá  graça  (dá  entendimento) aos  humildes… (Tia. 4: 6)
b) ABRA O CORAÇÃO, receba a palavra profética (dada por revelação) e apostólica (firmada na Nova Aliança, a sã doutrina), pois tu és a Igreja do Deus vivo em Cristo Jesus.
c) NÃO ESTEJA ARMADO contra a “voz do Espírito Santo” ( a revelação ).
Lembre-se do que Paulo disse: “Se  hoje  ouvirdes  a  voz  do  Espírito  Santo, 
não  endureçais  o  vosso  coração…” ( Heb. 3: 7 )
* P.S. ( Creio que com essa “introdução” você crescerá na graça que nos foi dada em Cristo “antes dos tempos eternos” ( II Timó. 1: 9 ), e nos foi dada “pois nos elegeu nele antes da fundação do mundo” ( Efés. 1: 4 ), por isso, oro para que sejam “iluminados” os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação em Cristo Jesus… ( Efés. 1: 18 ), pois vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as grandezas daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz… ( I Pe. 2:9 ) )
¾ Tu és pedra viva, edificado ( a ) sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo o próprio Cristo Jesus a principal pedra angular… ( I Pe. 2: 5 ) -  ( Efés. 2: 20 )
 
Nunca cuidei de vocês com tanto amor como agora…”

 
Seu Apóstolo e Pastor, Marcos Gomes.

  
“Nunca  diga  com  certeza  o  que  “você  não  entendeu”  com  clareza...
isso  seria  insensatez...”
  
“CRESCENDO  NA  GRAÇA”         
(PARTE 1)

 “Antes crescei na Graça…” (II Pe. 3: 18)
CONFISSÃO CENTRAL:
“ESTAMOS CRESCENDO NA GRAÇA ! ! !”
Revelação: 
(Crescer na graça é crescer no “conhecimento” de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo…)
Só pode crescer no “conhecimento do Senhor Jesus Cristo” quem já nasceu de novo. Quem já é 
(em Cristo) nova criatura.
Só pode crescer na graça quem já é “a igreja de Deus” em Cristo Jesus.
Só pode crescer no conhecimento quem já está em Cristo.
Quando você adquire “o conhecimento” (do que somos em Cristo, do que temos em Cristo, do que podemos em Cristo), já não serás mais derrotado em nenhuma área da tua vida, pois saberás que “em Cristo” (ou por estar em Cristo) Deus o Pai já fez “algo” por ti. E que sem o conhecimento, não estarás (e nem andarás) na “plena vontade de Deus”.
Revelação: “Crescer na graça é se tornar maduro !”
Quem cresce na graça (quem é maduro) foge de contendas, confusões, divisões, enfim, 
“tem a mente de Cristo !” (I Cor. 2: 16)
Por exemplo:
a) Gál. 5: 24, 26
b) I Cor. 6: 12 a 20
c) Rom. 6: 1 a 3
d) Rom. 5: 12 a 21
“Crescer na graça “é entender” o que somos diante de Deus em Cristo !”
“Crescer na graça “é assumir posição” diante de Deus em Cristo !”
Revelação:
“Crescer na graça é um processo de “adquirir conhecimento”, 
pois o conhecimento nos traz “libertação” ( Jo. 8: 32 ), o conhecimento nos livra de sermos “destruídos” ( Osé. 4: 6 ), o conhecimento não nos deixa errar ( Mat. 22: 29 ).
 Obs.:
(Estou falando “do conhecimento revelado” e não do conhecimento humano ou intelectual. Estou falando a respeito da “sabedoria que vem de Deus” (Tia. 3:17) e não a sabedoria que é “animal, terrena e diabólica” (Tia. 3: 15).
Não rejeite na sua mente este ensino, pois dele depende o seu futuro, aqui na terra. Mas receba no seu coração “a revelação apostólica” como quem é igreja por estar em Cristo.
Três ítens para se crescer na Graça:  (Rom. 5: 17)
1o) Receber a abundância da graça;
2o) Receber o dom da justiça;
3o) Reinar em vida por meio de Jesus Cristo.
Perceba:    “Os que recebem…”
Alguém diria:  “Os que recebem o que ? ? ?”
“Os  que  recebem  a  abundância  da  Graça  “e”  o  dom  da  justiça, reinarão  em  vida…”
Quem são os que reinarão em vida ? ? ?   “Os que recebem ! ! !”
 
“CRESCENDO  NA  GRAÇA”         
 (PARTE 2)

CONFISSÃO CENTRAL:
“ESTAMOS CRESCENDO NA GRAÇA ! ! !”
Gálatas 3: 2

“Só quisera saber isso de vós: recebestes o Espírito Santo pelas obras da lei, 
ou  pela  pregação  da  fé (da Graça) ?”
Palavra Apostólica:
Obras da lei são todas ou quaisquer atitudes que leve a pessoa “a merecer” algo de Deus. Merecer ou “fazer troca” com Deus,  por exemplo, fazer isso ou aquilo para que Deus também te dê isso ou aquilo.
Confissão: 
“Nós (a igreja, os que estão em Cristo) recebemos o Espírito Santo pela pregação da fé !” 
(a pregação da graça de Deus) 
Revelação: (Ninguém pode ou recebe o Espírito Santo “pelas obras da lei”)
Ninguém pode receber algo “da graça de Deus” “pelas obras da lei”
Não agora na Nova Aliança, onde Cristo com “uma só oferta” (Heb. 10: 14) “nos deu tudo” o que diz respeito à vida e à piedade… (II Pe. 2: 3)
Gálatas 3: 5: “Aquele que “vos dá” o Espírito Santo, e “que opera milagres entre vós”,
fá-lo “pelas obras da lei”, ou pela “pregação da fé ?”
Confissão:
“Deus nos deu o Espírito Santo pela pregação da fé !”  
“Deus opera milagres entre nós pela pregação da fé !”
Pregação da fé:  1o)  Ouvir      2o)  Crer     3o)  Confessar
Recebemos porque “cremos” e “confessamos” ! (Rom. 10: 17 - Rom. 10: 9)
OBRAS  DA  LEI  NOS  TRAZ  MALDIÇÃO !       
(Gálatas 3: 10)
 ¾ Crescer na Graça é quando “você entende” que não recebemos pelas obras,
mas pela fé; fé naquilo que já nos foi dado “em Cristo”. E como já foi dado, precisamos “crer” e “confessar” o que Deus nos deu em Cristo.
Crescer na graça “é entender” o que Jesus “já fez” por nós.
Viver na graça é não fazer o que Jesus já fez por nós ! (Gálatas 2: 21)
Revelação: “A lei da graça “é crer e confessar” o que Deus “já nos deu” em Cristo.”
Nunca se esqueça disso:
Na lei: Vivia-se pelas obras.
(fazia-se algo para que Deus fizesse algo - mais ou menos uma troca)
Na graça:   Vive-se pela fé. (Habac. 2: 4 - Rom. 1: 17 - Gál. 3: 11 - Heb. 10: 38)
Logo: (A lei da lei era as obras. Mas a lei da graça é “viver por fé” - II Cor. 5: 7)
Na “Velha Aliança” (Antigo Testamento) “as obras da lei” subiam a Deus.
Na “Nova Aliança” (Novo Testamento) “a fé” nos leva até Deus, em Cristo Jesus.
Fé esta que “nos foi dada” por Deus (Rom. 12: 3 - Filip. 1: 29).
Na Nova Aliança devemos:
1o) Ler ( ou ouvir );
2o) Crer;
3o) Receber o que está escrito a seu respeito.
Alguém diria:  O que devo fazer para receber ?
Revelação: “A  fé é liberada através da nossa confissão !”
Para “receber” o que Deus já nos deu em Cristo é preciso “crer” e “receber”
( confessando diariamente ) por fé ( e a fé é liberada através daquilo que falamos a respeito da Palavra de Deus ).
VOCÊ  ESTÁ  ENTENDENDO ? ? ?

 Então diga:
“Em Cristo tenho a vida eterna (I Jo. 5: 12), tenho a remissão dos pecados pelo sangue de Jesus (Colos. 1: 14), tenho a unção que vem do Santo (I Jo. 2: 20), 
pois esta unção permanece em mim (I Jo. 2: 27).
Declaro que em Cristo sou uma nova criatura (II Cor. 5: 17), 
por ter nascido da vontade de Deus (Jo. 1: 13),
pelo Espírito Santo que habita em mim (II Timó. 1: 14).
Para a glória de Deus o Pai, confesso com minha língua que Cristo Jesus é o meu  Senhor 
(Filip. 2: 11),  pois  me  resgatou  da  maldição  da  lei ( Gál. 3: 13 ),
tirando-me  do  império  das trevas (Colos. 1: 13).
Retenho firme a minha confissão, pois fiel é o que me fez a promessa
(Heb. 10: 23), pois me concedeu uma eterna redenção (Heb. 9: 12), por fé digo:
Sou luz do mundo (Mat. 5: 14) e sal da terra (Mat. 5: 13), para a glória de Deus em Cristo, amém !
 “Os que são da fé são  benditos (abençoados - v. atualizada) com o crente Abraão.” (Gál. 3: 9)
 Revelação:
 “Os que são da fé (os que estão em Cristo) são “abençoados como foi Abraão !”
a) Gên. 13: 2
b) Gên. 14: 18 a 20
Crescer na graça é saber convictamente que a Palavra de Deus é o próprio Deus falando conosco !
          “Um grande sinal” de quem está ou cresceu na graça é a sua confissão !”
         “Pois o que nós falamos nos traz “morte” ou “vida” ! ( Prov. 18: 21 )
Pois quem quiser desfrutar a vida (veja Rom. 5: 17), e ter dias felizes (na terra) refreie a sua língua do mal, e os seus lábios não falem engano. (I Pe. 3: 10)
“Da mesma boca procede benção e maldição. 
Meus irmãos, não convém que isto seja assim.” ( Tia. 3: 10 )
Lembre-se:
“Crescer  na  graça  é  se  tornar  maduro !”
¾ Você está fazendo este seminário por que:
1o ) O próprio Deus soberano te trouxe aqui ! ( Isa. 56: 7 )
2o ) Deus  quer  que  tu  cresças  na  graça  e  no  conhecimento de  nosso  Senhor  e  Salvador  Jesus  Cristo…” ( II Pe. 3: 18 ).
PROFECIA:
“Declaro e profetizo em nome do Senhor Jesus Cristo que após fazer este seminário apostólico sua vida “nunca mais” será a mesma aqui nesta terra. Deus te trouxe aqui para te fazer um homem de Deus, uma mulher de Deus…” Saiba que  sua vida já está diferente. Você já está pensando diferente, já está vendo as coisas com outros olhos...o teu Deus, 
o Criador, e Salvador que habita em ti, o Espírito Santo, está renovando a sua mente com os mistérios do céu, nunca antes ouvido...você hoje, entende coisas que não entendia ontem...e entenderá amanhã o que (ainda) não entendeu hoje... Não  temas...pois  a  vosso  Pai  agradou  (decidiu) dar-vos  o  reino... (Luc.12:32)
  
“CRESCENDO  NA  GRAÇA”    
    (PARTE 3)

CONFISSÃO DE FÉ:
“ESTAMOS CRESCENDO NA GRAÇA ! ! !”
Palavra Apostólica:
“O crescimento na Graça e no conhecimento” (II Pe. 3: 18), nunca chegará a um fim. Nunca terminará. Enquanto vivermos na terra “estaremos crescendo na Graça”.
Veremos agora “a diferença entre quem serve a Deus e o que não o serve” ( Malaq. 3: 18 ). 
Saiba que, “nem todos os que dizem: Senhor ! Senhor ! Entrarão no reino dos céus…” ( Mat. 7: 21 ).
Certa vez o Senhor Jesus disse: 
“Porque me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu mando ?” ( Luc. 6: 46 )
PRESTE ATENÇÃO !
Atos 15: 1
¾ Então alguns que tinham descido da Judéia ensinavam os irmãos:
Se não vos circuncidardes, “conforme o rito de Moisés”, não podeis ser salvos.
Infelizmente em muitas igrejas tem “alguns” que ensinam gentios (que somos nós) a viverem como judeus. Gentios:  Não judeu, povo que não era escolhido, conhecido como “estrangeiro”.
Judeus:  Povo de Deus escolhido “na carne”. A salvação veio para “os judeus”.
Atos 15: 2, 3, 4, 5
¾ Tendo tido Paulo e Barnabé não pequena discussão com eles (“alguns”), resolveu-se que Paulo, Barnabé e alguns dentre eles subissem a Jerusalém, aos apóstolos e aos anciãos por causa dessa questão. Eles, sendo enviados pela igreja, passaram pela Fenícia e por Samaria, contando a “conversão dos gentios”. Esta notícia dava grande alegria a todos irmãos.
Quando chegaram a Jerusalém, foram recebidos pela igreja, pelos apóstolos e pelos irmãos, e lhes anunciaram quão grandes coisas Deus tinha feito com eles.
“Alguns”, porém, “da seita dos fariseus” ( agora você sabe quem são esses “alguns” ) que tinham crido, levantaram-se dizendo que era necessário circuncidá-los, e mandar-lhes que guardassem “a lei de Moisés”. 
VOCÊ ESTÁ ENTENDENDO ? ? ?
Já percebeu a diferença entre “os homens de Deus” e “os fariseus” ?
Atos 15: 6 a 11
¾ Congregaram-se os apóstolos e os anciãos para considerar este assunto.
E havendo grande discussão, levantou-se Pedro, e lhes disse: Irmãos, bem sabeis que já há muito tempo “Deus me elegeu” dentre vós, para que os gentios ouvissem da minha boca a palavra do evangelho (da graça), e cressem. Deus que conhece os corações, deu testemunho a favor deles, concedendo-lhes o Espírito Santo, assim como também a nós.
E não fez diferença alguma entre eles e nós (os gentios e os judeus), purificando os seus corações “pela fé”. Agora, pois, por  que  tentais  a  Deus,  pondo  sobre  o  pescoço  dos discípulos 
“um jugo” (lei de Moisés, por exemplo, “circuncidar-se” - verso 1) que nem nossos pais  nem  nós  pudemos  suportar ?
Mas cremos (na Nova Aliança, debaixo da graça de Deus) que somos salvos “pela graça do Senhor Jesus Cristo”, como eles também. 
VOCÊ VIU QUE BENÇÃO !
Deus não fez diferença alguma entre eles (os judeus) e nós (os gentios) !  (v. 9)
CONFISSÃO DE FÉ:
“CREMOS  QUE  SOMOS  SALVOS  PELA  GRAÇA  DO  SENHOR  JESUS  CRISTO.”
Palavra Apostólica: “Graça é um “favor imerecido”, em outras palavras, nós ( os gentios ) não éramos escolhidos e fomos salvos pela graça de Deus”.
Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou… ( Efés. 2: 4 )
Perceba: 
“Mas Paulo e Barnabé, usando de ousadia, disseram: Era necessário que a vós ( os judeus ) se pregasse primeiro a Palavra de Deus. Mas, visto que a rejeitais ( leia Jo. 1: 11 ), e não vos julgais dignos da vida eterna, voltamo-nos para os gentios.  Pois assim nos ordenou o Senhor: 
Eu te pus para luz dos gentios, a fim de que sejas para a salvação até os confins da terra.
Os gentios, ouvindo isto, alegraram-se, e glorificavam a palavra do Senhor; e  creram  “todos  os  que  haviam  sido  destinados  (leia  Efés. 1:4 - II Tes. 2: 13 ) para  a  vida  eterna”. (Atos 13: 46 a 48)
Veja, que, a Palavra de Deus era para ser pregada primeiro aos judeus, mas por discernimento apostólico, Paulo interpretou Isaías 42: 6:
 “Eu, o Senhor, te chamei (a Paulo) em retidão, eu te tomarei pela mão.
Eu  te  guardarei (leia Atos 18: 10), e  te  darei  por  aliança  do  povo,
e  para  luz  dos  gentios (leia Atos 9: 15 - Atos 13: 46, 47)”.
Moral da história:
O  apóstolo  Paulo  foi  feito  pregador,  apóstolo  e  mestre, 
na  fé  e  na  verdade ( I Timó. 2: 7 ) dos  gentios ( que somos nós ! ).
“Alguns” ensinavam ( e até hoje ensinam… ) que era necessário “circuncidar-se” ( cumprir “os ritos” ( tradições, mandamentos ) de Moisés ) para ser salvo. Aprendemos com Paulo a lidar com os fariseus:
“Não submetemos a eles ( os “alguns” de Atos 15: 1 ) nem ainda por uma hora, para que a verdade do evangelho permanecesse entre nós.” ( Gál. 2: 5 )
Paulo disse:
“Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo !” (I Cor. 11: 1)
Se Paulo não se submeteu a eles muito menos eu !
Palavra Apostólica: Não é rebeldia (como eles falam) não se submeter “a eles”.
É preciso que você saiba no que está “alicerçada” a sua fé. 
Se está firmada em Atos 15: 1 e 5 ou em Atos 15: 11 !
“A salvação, a benção divina, a prosperidade, a cura, a libertação, o perdão dos pecados,  os  dons  espirituais  e  as  demais  “bênçãos”  de  Deus, são  pela  graça  por  meio  da  fé ! ! ! ( Efés. 2: 8 )
Tudo é pela graça ! Hoje (na Nova Aliança), nada mais é “pelas obras” ! Por que ?
“PORQUE  O  FIM  DA  LEI  É  CRISTO ! ! !” (Rom. 10: 4)
Obs:
A maioria das igrejas cristãs evangélicas dizem que estão numa Nova Aliança e que também estão debaixo da graça, mas vivem fazendo campanhas de libertação, correntes disso, 
e daquilo outro… dizem que estão numa Nova Aliança mas também “sobem no monte” para “buscar a Deus” ! ? ! Sendo que Deus se manifestava a Moisés, a Abraão, a Elias no monte,
“hoje ( na Nova Aliança ) habita em nós !” ( I Cor. 3: 16 ) - Ora, se Deus habita em mim 
(e habita mesmo) o que eu vou fazer num monte ? ? ? 
Buscar a Deus ? ? ? Se  ele  habita  em  mim  ! ! !
Um dos maiores erros da igreja cristã hoje, é “pregar e ensinar” gentios (que somos nós) 
a viverem como judeus ! ? ! 
Definitivamente ! ! !  Saiba disso de uma vez por todas !
* N Ã O  S O M O S  J U D E U S  ! ! !  ( igreja judaica )
* S O M O S  G E N T I O S  ! ! !  ( igreja gentílica )
Palavra Apostólica:
“A Bíblia é a Palavra de Deus. Mas  “nem  toda  a  palavra  de  Deus”  é  para  os  judeus. Assim também, “nem toda a Palavra de Deus é para os gentios ! ! !”
Em toda a Bíblia, vamos encontrar quatro ( 4 ) assuntos:
 1o ) História;
 2o ) Inspiração;
 3o ) Profecia;
 4o ) Revelação.
 
1o ) HISTÓRIA:
“Tendo eles partido, o anjo do Senhor apareceu a José em sonhos, e  disse: Levanta-te, toma o menino e sua mãe, e foge para o Egito. Fica-te lá até que eu te avise, pois Heródes há de procurar o menino para o matar.” ( Mat. 2: 13 ).
 2o ) INSPIRAÇÃO:
“Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão. 
O cordão de três dobras não se quebra tão depressa.
 Melhor é o jovem pobre e sábio do que o rei velho e insensato, que já não se deixa admoestar…” ( Ecles. 4: 12, 13 )
3o ) PROFECIA:
“Portanto o mesmo Senhor vos “dará” um sinal: 
“A virgem conceberá, e dará” à luz um filho, e “será” o seu nome
Emanuel.” ( Isa. 7: 14 )
 4o ) REVELAÇÃO:
“Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo…” ( II Cor. 5: 19 ) 
“A sã doutrina” ( o Novo Testamento, a Nova Aliança ), que foi dada por revelação ( Gál. 1: 11, 12 )
¾ Mais a frente, estaremos falando também sobre “interpretação”.
Um assunto muito importante, que, por não se falar nele, muitos “distorcem”  ( não quero crer que é conscientemente, mas por não ter a revelação da Palavra ) a Palavra de Deus inconscientemente, 
não tendo entendimento revelado pelo Espírito Santo.
Palavra Apostólica: 
“Oro para que sejam “iluminados os olhos do vosso entendimento…” ( Efés. 1: 18 )
 
“CRESCENDO  NA  GRAÇA”    
     (PARTE 4)
 
CONFISSÃO DE FÉ:
“ESTAMOS CRESCENDO NA GRAÇA ! ! !”
Farisaísmo:
“Todos os que querem mostrar “boa aparência na carne”, “esses vos obrigam” a circuncidar-vos, somente para “não serem perseguidos” por causa da cruz de Cristo”.
Nem mesmo aqueles que se circuncidam guardam a lei, mas querem que vos circuncideis, “para se gloriarem na vossa carne”.
“Em Cristo Jesus” nem a circuncisão nem a incircuncisão tem valor algum, mas sim o “ser uma nova criatura”. (Gál. 6: 12, 13, 15)
Perceba que “os que querem mostrar boa aparência na carne, além de não “guardarem a lei” também vos obrigam a vivê-la ? ! ?.
A lei:   Escravidão, jugo pesado, maldições, condenação e morte
A graça:     Libertação, fardo leve, bênçãos, justificação e vida ! ! !
Palavra Apostólica: “A lei da graça é “receber” o que Deus já fez por nós em Cristo”. 
O segredo da Nova Aliança é “estar em Cristo ! ! !”
A lei da graça é “crer” ! A lei da lei “era obras”. A lei é das obras.   A graça é da fé ! 
As obras é da lei. A fé é da graça ! ! !
Obs.: ( Os que são “das obras da lei” estão debaixo de maldição. ) ( ver Gál. 3: 10 )
Alguém diria:  Porque estão debaixo de maldição ? ? ?
A Palavra de Deus responde:
“Maldito todo aquele que não “cumprir todas” as coisas que estão escritas no livro da lei…” 
( Gál. 3: 10 )
¾ Sempre houve “dois povos”. Sendo “um só” verdadeiro.
O que segue ao Senhor, e o que não o segue. O verdadeiro e o falso.
Há duas Igrejas, sendo “uma só” a verdadeira ! Qual será a verdadeira ? ? ?
A ) A  IGREJA  FALSA:
Então “alguns” que tinham descido da Judéia “ensinavam os irmãos”: 
Se não vos circuncidardes,conforme o rito de Moisés, “não podeis ser salvos”. 
( Atos 15: 1 )
“Alguns”, porém, “da seita dos fariseus” que tinham crido, 
levantaram-se dizendo que era necessário circuncidá-los, e mandar-lhes que guardassem “a lei de Moisés”. ( Atos 15: 5 )
Pedro disse para  “A  IGREJA  FALSA”:
“Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre o pescoço dos discípulos “um jugo” que nem nossos pais nem nós pudemos suportar ?” ( Atos 15: 10 )
 B ) A  IGREJA  VERDADEIRA:
“Cremos que “somos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo”, 
como eles ( os gentios ) também. ( Atos 15: 10 )
“Pois pela graça sois salvos…” ( Efés. 2: 8 )
¾ Você percebeu a diferença ?
 “Alguns” crêem que para ser salvo é preciso “guardar a lei de Moisés”.
Ora, “se isso fosse verdade”, por que Cristo se entregou por nós ?
As pessoas que crêem que a salvação “é pelas obras” estão debaixo da maldição ! ( ver Gál. 3: 10 )
A salvação não é pelas obras ! Aliás, na Nova Aliança, nada mais é pelas obras: 
A salvação ( ou qualquer outra bênção de Deus ) é “pela graça”, por meio da fé, fé esta que o próprio Deus nos deu ! ( ver Efés. 2: 8 - Rom. 12: 3 )
Perceba:
“…Tendo sido aperfeiçoado, veio a ser o “autor” da eterna salvação…” ( Heb. 5: 9 )
“…entrou  no  Santo  dos  Santos,  uma  vez  por  todas, havendo  obtido  uma  eterna  redenção”. 
( Heb. 9: 12 )
As pessoas que crêem que a salvação é conquistada “por sacrifícios” humanos, 
é porque ainda “não recebeu a revelação” que diz:
“Sabei que o Senhor é Deus ! Foi ele, e não nós, que nos fez povo seu e ovelhas do seu pasto…” 
( Salmos 100: 3 )
Revelação:
“A GRAÇA É O EVANGELHO DA VERDADE !” ( Jo. 1: 17 )
Palavra Apostólica:  
“Só pode ser liberto da lei, quem recebe revelação do que Deus fez por nós em Cristo !” ( a graça )
A lei foi dada em tábuas de pedra, para condenação e morte ( II Cor. 3: 7 ), 
mas a graça é dada “por revelação” aos nossos corações ( II Cor. 12: 1, 4 )
“Os que são guiados pelo Espírito Santo, não estão debaixo da lei…” ( Gál. 5:18 )
Palavra Apostólica:  “Nenhuma pessoa ( homem ou mulher ) que está em Cristo precisa guardar ou viver nas obras da lei”.
“Mas agora alcançou ele ( Jesus ) ministério tanto mais excelente, quanto é mediador de 
“superior aliança”, que está firmada em “melhores promessas…” ( Heb. 8: 6 )
 a ) “SUPERIOR ALIANÇA”                      b ) “MELHORES PROMESSAS”
“Estamos debaixo da graça, que está firmada em melhores promessas, pois é uma superior aliança.
O mandamento anterior ( a lei ) é ab-rogado por causa da sua “fraqueza” e “inutilidade”, 
pois a lei “nunca aperfeiçoou coisa alguma”, e dessa sorte é “introduzida uma melhor esperança” 
( a graça ), pela qual chegamos a Deus. (Heb.7:18,19)
Palavra final:
“…agora  ( na graça, na Nova Aliança ) estamos livres da lei, 
pois morremos para aquilo que “estávamos” ( não estamos mais… ) retidos, 
a fim de servirmos em novidade de espírito ( na graça ), 
e não na velhice da letra ( na lei de Moisés )” ( Rom. 7: 6 )
          “…não  estamos  debaixo  da  lei !  Mas  debaixo  da  Graça ! ! !”   ( Rom. 6: 14 )
 
 
“CRESCENDO NA GRAÇA”     
    (PARTE 5)
 
CONFISSÃO DE FÉ:    
“NÃO ESTAMOS DEBAIXO DA LEI !”  
ESTAMOS DEBAIXO DA GRAÇA !” 
( Rom. 6: 14 )
“Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos que crêem. Mas, antes que a fé ( a graça ) viesse, estávamos guardados debaixo da lei, encerrados para aquela fé ( a graça ) que se havia de manifestar.
De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, a fim de que pela fé ( não pelas obras ) fôssemos justificados”. ( Gál. 3: 22 a 24 )
¾ “Fomos predestinados por Deus para vivermos numa Nova Aliança. Assim como Moisés e os profetas também foram , mas para viverem numa Velha Aliança, cuja mesma, acabou em Cristo.
 “O fim da lei é Cristo…” ( Rom. 10: 4 )
 “Isso quer dizer que quem está em Cristo, não tem que cumprir a lei.
Se você está em Cristo ( na graça ), não tens que se submeter a rudimentos fracos e pobres, que são das obras da lei.
 “É  evidente  que  pelas  obras  da  lei  “ninguém” será  justificado  diante  de   Deus…” ( Gál. 3: 11 )
“Cristo nos libertou para que sejamos de fato livres. Estais, pois, firmes e não torneis a colocar-vos debaixo “do jugo” da escravidão ( a lei )”. ( Gál. 5: 1 )

“A lei trouxe escravidão, mas “a graça” nos trouxe libertação !
Na lei, o homem trabalhava seis dias e descansava um ( que era o sábado ). Mas na graça, 
“o nosso sábado” não é mais “um dia”, debaixo da Graça “entramos no descanso de  Deus” 
( Heb. 4: 3 ).
Revelação: 
“O descanso” da lei era apenas um dia.  Mas o “descanso da Graça” é eterno !”
“O  sábado”  da  lei  durava  apenas  “um  dia”. Mas  “o  sábado”  da  Graça  dura  para  sempre.
“Porque com uma só oferta aperfeiçoou “para sempre” os que estão SÃO santificados” (Heb. 10:14)
“Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, 
nascido  sob  a  lei. “Para resgatar” os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos. Porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito de seu Filho, 
que  clama:  Aba, Pai. Assim que já “não és mais escravo”, mas filho; e se és filho, 
és também feito herdeiro por Deus…” ( Gál. 4: 4 a 7 )
Palavra Apostólica:
“Na lei éramos escravos, na Graça somos filhos ! ! !” 
“Sou filho, e fui feito herdeiro de Deus…”
 “Mas quando não conhecíeis a Deus, servíeis aos que por natureza não são
deuses. Mas agora, conhecendo a Deus, ou antes, sendo conhecidos por Deus,
como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais “de novo” quereis servir ? 
( Gál 4: 8, 9 )
“O apóstolo Paulo disse que “as obras da lei” são rudimentos fracos e pobres.
Fracos e pobres “por causa da sua fraqueza e inutilidade”. ( Heb. 7: 18 )
Paulo  disse  que  os  “rudimentos”  são  fracos  e  pobres ( Gál. 4: 9 )  por  causa  da  sua  fraqueza  e  inutilidade ( Heb. 7: 18 ).
 “E N T E N D E U  ? ? ?”
 Você que está em Cristo, é e está, por que foi ! ! !
É o que ? Está o que ? Foi o que ? É abençoado ! Está abençoado ! Foi abençoado !
 “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo,
o qual “nos abençoou” com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais “em Cristo”. 
( Efés. 1: 3 )
“…com uma só oferta aperfeiçoou “para sempre…” ( Heb. 10: 14 )
Revelação:
“Na Nova Aliança, debaixo da Graça, 
tudo o que Deus nos fez ou nos deu “em Cristo” é para sempre ! ! !”
 
Deste modo:
 a ) Se você está em Cristo, é para sempre ! ( II Cor. 5: 17 )
b ) Ele nos deu vida, estando nós ainda mortos em delitos e  pecados… ( Efés. 2: 1 ), 
e nos deu para sempre !
c ) Ele nos resgatou da maldição da lei ( Gál. 3: 13 ), para sempre !
d ) Pela graça somos salvos ( Efés. 2: 8 ), para sempre !
e ) Fomos selados com o Espírito Santo ( Efés. 1: 13 ), para sempre !
f ) Ele nos tirou do império das trevas ( Colos. 1: 13 ), para sempre !
g ) Em Cristo temos a redenção pelo seu sangue ( Colos.1:14 ), para  sempre !
  
Palavra Apostólica:
 “Tudo o que Deus nos fez
e nos deu em Cristo é para sempre  !  !  ! ”
 
Foste perdoado ? Perdoado para sempre ! Foste comprado ? Comprado para sempre !
És filho de Deus ? Filho para sempre ! Tens a salvação em Cristo Jesus ? Salvo para sempre !
Esta é a revelação da graça de Deus por nós ! ! !
* A única coisa temporária que Deus nos deu “é a vida aqui na terra”.
Todas  as  bênçãos  por  estar  em  Cristo  “é  para  sempre  !”
E ninguém pode tirar isso de você. “É dom de Deus ! ! !”
 
Palavra final:
 “Os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis !” ( Rom. 11: 29 )
“Toda boa dádiva e todo dom perfeito é lá do alto, 
descendo do Pai das luzes, em quem não há mudanças 
nem sombra de variação”. ( Tia. 1: 17 )
 
 ASSUMA SUA POSIÇÃO DE IGREJA DE DEUS EM CRISTO ! ( I Cor. 4: 1 )
POIS JÁ ASSUMI POSIÇÃO APOSTÓLICA ! ( I Cor. 4: 2 )