Os Batismos

GRAÇA Mostrando o erro e porque ESTÃO ERRADOS: OS BATISMOS.


O FIM DOS RUDIMENTOS... 
 
-----  Nesta  Nova  Aliança, Cristo  “RISCOU”  o  escrito  de  dívida  que  havia  contra  nós  nas  suas  “ORDENANÇAS”, o  qual  nos  era  contrário, “TIROU-O  DO  MEIO  DE  NÓS”, cravando-o  na  cruz....    (Colos. 2: 14)
“Se  estais  mortos  com  Cristo  quanto  AOS  RUDIMENTOS  do  mundo, 
por  que   vos   sujeitais   AINDA   a   “ordenanças”, como  se  vivêsseis  no  mundo...”   
( Colos. 2: 20 )
 
A  tradição  religiosa  diz  que  o  “batismo” é  uma  ordenança  de  Jesus  para  nós....  (?!?)  Primeiro  que  NÃO  É,  FOI  !  E  não  PARA  NÓS, os  gentios, mas  para  os  judeus...
De  modo  que  não  há  mais  nenhuma  “ordenança”  a  se  cumprir, 
pois na Graça “O JUSTO VIVERÁ POR FÉ...”  (Rom. 1:17)
 
---  Nosso  apóstolo  de  fundação, Paulo,  deixou  um  dos  maiores  “sinais”  de  que, de  fato  e  de  verdade  estava  zeloso  de  nós  com  zelo  de  Deus... II Cor. 11: 2 , vejamos  :
 
OS  PERIGO  ESPIRITUAIS :
 
Pelo  que, “DEIXANDO  OS  ENSINOS”    elementares  da  doutrina  de  Cristo, “PROSSIGAMOS  PARA  A  PERFEIÇÃO  NÃO  LANÇANDO  DE  NOVO”  
o  fundamento  do  arrependimento  de  OBRAS  MORTAS  e  da  fé  em  Deus, 
“E  O  ENSINO  SOBRE  BATISMOS”  e  imposição  de  mãos, e  sobre  a  ressurreição  dos  mortos   e  o  juízo  eterno, isto  faremos  “SE”  Deus  permitir....” 
(Heb. 6: 1 a 3)     
 
---  Está  explícito  na  bíblia  que  o  ensino  sobre  “batismos”  são  obras  mortas....  
por  isso, “tende  cuidado  para  que  “ninguém”  vos  faça  presa  sua, POR  MEIO  de  filosofias  e  vãs  sutilezas, SEGUNDO  A  TRADIÇÃO  DOS  HOMENS, 
segundo OS RUDIMENTOS do mundo, e não segundo Cristo....”  (Colos. 2: 8)
 
* Se   você   foi   escolhido   e   predestinado   por   Deus,
você   entenderá   tudo   perfeitamente   sobre   esse   assunto....
 
...em  graça, Apóstolo  Marcos  Gomes.
 
 
 
 
 
MOSTRANDO O ERRO E PORQUE ESTÁ ERRADO:
OS BATISMOS 
(PARTE 1)
 
Há  uma  coisa  que  admiro  muito  na  Graça, a  sua  veracidade  e  autenticidade. 
Quando  se  lê  “a Nova Aliança” ( que  foi  estabelecida  “oficialmente”  nas  14  cartas  do  apóstolo  Paulo  as  quais  foram  dadas  por  revelação ) os  “erros  doutrinários”  de  muitas  “igrejas”  ficam  expostos.  Por  exemplo : 
“Na  Nova  Aliança”, Paulo  disse  que  “há  um  só  batismo”, quando  uma  igreja “diz”  que  crê  na  Nova   Aliança  e  nos  ensinos  apostólicos  “mas”  também cumpre  os  ritos  simbólicos  
( por exemplo o batismo nas águas ), essa  igreja está  “apostatando”  ( afastando, deixando… ) da  fé. Se  a  Nova Aliança  diz  que  há um  só batismo ( Efés. 4: 5 ) e  eu  me  batizo  nas  águas, deixou  de  ser  “um  só” para  ser  “dois”. 
Alguém  diria : “Mas  é  “ordenança”  de  Jesus !”
E  eu  digo :   “Sim ! ! !”   “Mas  para  os  judeus…”   Mat. 28: 19    
E  essa  “ordenança”  JÁ  SE  CUMPRIU    em  Atos  2: 5, 38 a 41 
E  nós  somos  gentios ! ! !   ( Atos 13: 45 a 48 )
Mas  foi  Jesus  que  disse  isso ! ! !  * E  a  Nova  Aliança  diz : 
…ainda  que  tenhamos  conhecido  a  Cristo  segundo  a  carne ( Jesus  de Nazaré ), 
contudo “agora” ( nesta Nova Aliança ) já não o conhecemos ( nós, os gentios ) deste modo…” 
( II Cor. 5: 16 )
Não  o  conhecemos  deste  modo  por  que  ?  Porque  quando  Paulo  foi  arrebatado  até  o  terceiro  céu  ( II Cor. 12: 2, 3, 4 ) recebeu  a  “revelação  da  Nova  Aliança” ( Gál. 1: 11, 12 ), 
e  na  Nova  Aliança  o batismo  não  é  mais  em  nome  de  João ( batismo  de  arrependimento  Mat. 3: 2, 11 - Atos 19: 4 ), pois  Paulo  disse  que  “arrependimento”  é   obras   mortas 
( Heb. 6: 1 ), mortas  porque  Cristo  “já  nos  resgatou  da  maldição  da  lei”( Gál. 3: 13 ), 
já  nos  comprou  com  Seu  sangue  ( I Cor. 6: 20 - Heb. 9: 11, 12 ).
O  batismo  nas  águas  era  um  batismo  “para  a  carne”  molhava-se  “por  fora”. 
Mas  o  batismo  da  Nova  Aliança  foi  “para  o  espírito” ( ler I Cor. 12: 13 ), o  homem  interior ( Rom. 7: 22 ), molhou-se  “por  dentro”, não  “com  águas”, mas  com  o  próprio  Espírito  Santo  de  Deus… ( ler Efés. 1: 13 ).
  
1º )  Fomos  batizados  em  “um  só”  Espírito  ( I Cor. 12: 13 );
2º )  Fomos  batizados  “em  Cristo”  ( Gál. 3: 27 );
3º )  O batismo “em Cristo”  nos  faz  andar  em  novidade de  vida ( Rom. 6: 3, 4 ).
 
Obs.  (O  batismo  em  Cristo  nada  mais  é  senão  a  “imagem  exata”  ( Heb.10:1 ) 
de  que  “morremos”  ( Rom.6:3 )  com  Ele  e  também  “ressuscitamos”  juntamente  com  Ele...  ( Efés.2:6 ) o  “batismo”  simbolizava  “morte  e  ressurreição”)
“Muitos”  falam  assim:   “Nós  sabemos  que  o  “batismo  nas  águas”  não  salva  !”
E  eu  pergunto :    “Então  por  que  estão  “se  batizando”  ? ? ? 
( UMA  VEZ  QUE  NÃO  SALVA ? )
Aí  eles  dizem:     “Não… estamos  “cumprindo”  uma  “ordenança”  de  Jesus  !”
De  novo  eu  digo:  “Aquela ordenança  não  tem  nada  a  ver  conosco ( os gentios ), pois  foi  para  os  judeus  ( era  uma  ordenança  judaica – veja  Colos. 2: 20 a 23 ).
Tive  um  pastor  um  dia, e  por  “falta  de  entendimento  e  ensinamento”  até  fui batizado,  
mas  isso  não  mudou  minha  vida  “em  nada”. Pois  já  era  salvo, e  já  até  falava  em  línguas. Sabia  dentro  de  mim  que “aquele  batismo”  não  ia  me  salvar,  mas  não  tinha  um  apóstolo  que  me ensinasse  a  Nova  Aliança. Lembro  que  o  pastor  até  me  disse  que  o  batismo não  salva… ( mas… eu era um menino na fé… apesar  que  eu  “continuo  com duas  orelhas”… ) mas  hoje  não, hoje  estou  debaixo  de  um  apostolado  assim como  vocês  também  estão. 
Hoje  sabemos  que  “não  somos  um  povo  qualquer”, “somos  a  igreja  do  Deus  vivo  em  Cristo  Jesus”, não  recebemos  “qualquer pregação  e  nem  qualquer  ensino”,  graças  a  Deus  “recebemos  ensinos apostólicos”  dignos  de  confiança,  firmados  em  um  “Novo  Testamento” 
( ler Heb. 9: 15 a 17 ).        
Lembre - se: 
“Estamos  prosseguindo  para  a  perfeição…” 
(Heb. 6: 1)
 
 
 
 
“MOSTRANDO O ERRO  E PORQUE ESTÁ ERRADO...”
(OS BATISMOS) 
(PARTE 2)
 
--- Como   dito   nas   páginas   acima,  Paulo  ( autor  da  sã  doutrina ) disse  em Efésios  4:5  que  “há  um  só  batismo”, e  por  revelação  hoje  sabemos  que  é  o batismo  em  Cristo  
( Gál. 3: 27 - Rom. 6: 3, 4 ).
Quero  que  vocês  saibam  disso, “num  certo  sentido”,  Paulo  era  o  Moisés  da Velha  Aliança. Pois  como  Deus  deu  a  Moisés  “a  revelação”  da  Velha  Aliança para  o  povo  de  Israel, assim  também, Deus  deu  a  Paulo  a  “revelação”  da  Nova Aliança,  para  a  Igreja,  que  está  em  Cristo  -  ALELUIA  ! ! !
Agora  preste  atenção,  se  na  “Nova  Aliança”  há  um  só  batismo
 
Porque João Batista batizava ?  (Mat. 3: 6, 11 - Luc. 3: 3, 16)
Primeiro  porque  João  Batista  “ERA  ANTES”  da  Nova  Aliança  (Atos 13: 24).
A  grande  confusão  foi  feita  porque  “os  tradutores”  da  Bíblia  Sagrada colocaram  
“uma  página”  entre  Malaquias  e  Mateus  dizendo  que  de  Mateus  pra frente seria  
“O  NOVO  TESTAMENTO”,  MAS  NÃO  É  !
O  Novo  Testamento  “NÃO  COMEÇA”  ( e nem começou )  em  Mateus, ( como diz a tradição e o sistema religioso )  veja  o  que  o  apóstolo  Paulo  recebeu  por revelação:
 “Onde  há  testamento, necessário  é  que  intervenha  “a morte”  do  testador ( Jesus ),  
porque  “um  testamento” ( por  exemplo  “O  Novo” )  só  é confirmado  onde  houve  morte ;  ou  terá  ele ( o  testamento )  “algum valor” enquanto  o  testador  vive  ?”  
( Heb. 9: 16, 17 )
 ...por  exemplo  em  Mateus, em  Marcos, em  Lucas  e  em  João  ?
“O  sistema  teológico  tradicional”  colocou  “uma  página”  entre  Malaquias  e Mateus  dizendo  que  dali  em  diante  “seria”  o  Novo  Testamento,  só  que  Paulo disse  que  “o  testamento”  não  tem  valor  “enquanto  o  testador  vive”.
 
* VOCÊ ESTÁ E N T E N D E N D O ?   EU DECLARO QUE SIM ! *
 
O  batismo  que  João  fazia  era  o  “batismo  do  arrependimento” ( Luc. 3: 3 ), porque  Cristo  não  havia  ainda  “comprado”  com  seu  sangue  os  Seus  escolhidos ( I Cor. 6: 20 - Rom. 8: 29, 30 ), por  isso  o  povo  precisava  “se  arrepender”...
Mas  Cristo  “morreu  pelos  pecados” ( Rom. 4: 25 - Rom. 5: 20 - Heb. 10: 12 ) sendo   assim,   não   há   pecado   em   nós, e,  não   havendo   pecado “vamos  nos arrepender  do  quê  ?  
( ...por isso que está escrito que “não há  NENHUMA  condenação  em  nós...” ( Rom. 8: 1 ), pois Deus nos deu e nos confiou o ministério e a palavra da reconciliação - II Cor. 5: 18,19 ).
 
Por que Jesus se batizou  então ?
Naquele tempo  ( antes da sua morte e ressurreição, antes de  ser  ESTABELECIDA  a Nova Aliança  em  Cristo, e  que foi CONFIRMADA  por revelação a Paulo )  Jesus  disse  para  João  Batista :
 
“…convém  cumprir  toda  a  justiça… não  penseis  que  vim  destruir  a  lei  ou os profetas;  não vim  destruí-los  mas  para  cumpri-los”  
( Mat. 3: 14, 15 - 5: 17 )
 
Jesus se batizou para cumprir “a lei”.  O  batismo  nas  águas  era  para  a  carne.
* Não se esquecendo que Jesus era judeu, e estava debaixo da Antiga Aliança, e nós somos gentios e estamos debaixo da Nova Aliança, veja Romanos 6: 14.
A  lei  era  para  a  carne.  Mas  o  “batismo  em  Cristo”  FOI  para  o  espírito ( o  homem  interior ), que  é  a  nova  criatura, nascido  de  Deus.
A  graça  é  para  o  espírito  e  não  para  a  carne. O  fim  da  lei  é  Cristo !  ( Rom. 10: 4 )
O  fim  das  obras  da  carne  é  Cristo. Em  Cristo  não  estamos  na  carne  ( Rom. 8: 9a ), andamos   em   novidade   de   vida  !  ( Rom. 6: 4 ).   AMÉM ! ! !
 
Por que Jesus mandou que batizassem ?
 
* Compare :
Mat. 28: 19  com  Atos  2: 5 e 41.  JÁ  SE  CUMPRIU  “antes”  da  sã  doutrina  !
*  Jesus  veio  para  os  judeus  ( ver Jo. 1: 11 - Marc. 15: 26 ), e  nós  somos  gentios.
A  “ordenança”  do  batismo  ( que a tradição diz )  não   é   e   nem   foi   para   nós,
mas   para   os   judeus. (Você está entendendo ?)
Paulo, o  apóstolo dos gentios  ( ver Rom. 11:13 - I Timó. 2: 7 ) disse   que   Cristo  
não   o   enviou   para   batizar  ( I Cor. 1 : 17 ) como  foi  o  caso  de  João  Batista ( que era antes de Cristo ), mas  para  evangelizar. Paulo  chegou  a  dar  graças  a  Deus porque  não  tinha  batizado  os  Coríntios  (que eram gentios), mas  somente a Crispo, a  Gaio  e  a  família  de  Estéfanas  ( que  eram  todos  judeus   -   enquanto   tinha   um   ministério   entre   os   judeus   em   Atos   -   ver  I Cor. 1: 14 a  16  -  I Cor. 9: 20  /  ver  fitas :  “ O   Ministério  de  Paulo” )
 
 
 
 
 
“MOSTRANDO  O  ERRO  E  PORQUE ESTÁ  ERRADO...”
(OS BATISMOS) 
(PARTE 3)
 
…já  falamos   que   “há  um  só  batismo” ( Efés. 4: 5 ),
e   que   esse   batismo  “é   o   batismo   em   Cristo” ( Gál. 3: 27 - Rom. 6: 3 )
 
* Isso tem que estar “patente” no seu coração e na sua mente, de  uma  vez  por  todas...
 
Já  falamos  também  por  que  João  Batista  batizava; e  por  que  Jesus  mandou  (“os judeus”) que  se  batizassem. Esse  assunto  é  de  “importância  doutrinária”,  ( não  é  “um  costume”  da  igreja ( denominação ), mas  sim  “a  sã  doutrina  para  a  Igreja” ( em  Cristo ) são  ensinos  apostólicos  para  os  que  estão  em  Cristo, numa  Nova  Aliança.
Não  se  esqueça  disso  também:  *  “Estamos  numa  Nova  Aliança !”
Não  somos  um  povo ! ( por  exemplo  o  de  Israel )
“Somos  a  Igreja  do  Deus  vivo  em  Cristo  Jesus, nosso  Senhor.”
 
 
Por que Paulo batizava ? (E depois deixou  ? - Heb. 6: 1)
 
---  Em  Atos 16: 28 a 33, Paulo  batizou  o  carcereiro  e  a  sua  família.
Em  Atos 18: 8, Paulo  batizou  a  Crispo  e  muitos  dos  Coríntios.
Em  Atos 19: 4 - 5, houve  também  outro  batismo.
Mas “perceba” a  incoerência  e a  falta  de  “revelação”  que  Paulo  ainda  tinha: 
“Paulo disse:
Certamente  João  vos  “batizou”  com  “o  batismo”  do arrependimento…” ( verso 4 )
“Quando  ouviram  isto, “foram  batizados”… ( verso 5 )
 
---  “Incoerência”  porque  ele  mesmo  disse  que  “há   um   só   batismo  !”
Mas  pelo  que  estamos  vendo,  “só  aqui”  já  foram  dois… 
A  questão  é  que,  quando  Paulo  disse  que  “há  um  só  batismo” ( Efés. 4: 5 ),
ele  já  havia  sido  arrebatado ( II Cor. 12: 1 a 4 ), e  recebido  a  “revelação  da  Nova  Aliança”  
( Gál. 1: 11, 12 )
 
Moral  da  história:
 
Quando  Paulo  fez  “aqueles  batismos”  ainda  não  tinha  a  “plena  revelação  da 
Nova  Aliança”, pois  ainda  não  havia  sido  passada, nem  á  ele, nem  a  ninguém. 
Não  é  “condenável”  a  atitude  de  Paulo, pois  “nós  já  vivemos  assim também…” ( sem  a  plena  revelação  da  Nova  Aliança )  -  posso  dizer  que “enquanto  fazíamos  batismos”  éramos  como  Paulo  “antes  de  receber  a  plena revelação  da  Nova  Aliança”  ( estou  reconhecendo  isso  -  Pr. Marcos ) .
Mas  agora  não  !  Aprendemos  com  Paulo, e  do  jeito  que  ele  “prosseguiu  para a  perfeição”  ( Heb. 6: 1 ), assim  também  nós…  ( Quem  recebe ? ? ? )
 
¾  Quando  “caiu  a  ficha”  ( recebeu a revelação ), Paulo  entendeu,  reconheceu, e  disse :  “Pois  Cristo  enviou-me  não  para  batizar  ( querendo  dizer,  o  que  fiz, fiz  na  ignorância  e  sem  ter  revelação - pois  como  alguém  “chamado”  para pregar  aos  gentios  vive  batizando  os  judeus ? ? ? )  mas  para  evangelizar; não  com  sabedoria  de  palavras, para  que  “a  cruz  de  Cristo” ( o sacrifício de Jesus por nós )  não  se  faça  vã… ( I Cor. 1: 17 )
 
Após   ter   “entendido   a   Nova   Aliança”, Paulo   disse   que se  “continuasse batizando”  judeus,  ou  até  mesmo  os  gentios  seria  o  mesmo  que  “anular  a  cruz de  Cristo”, e  fazer  dela  uma  coisa  vã  ! ? !  O  batismo  nas  águas  “era  um  símbolo” ( judaico )  de  que  a  pessoa “morria   e  ressuscitava”   diante   de   Deus.  “Mas  não  é  ! ! !”
Agora  ( na  Nova  Aliança )  não  é  mais  assim !  Por  quê  ? ? ?     Veja:
 “De  sorte  que  “fomos  sepultados  com  ele  pelo batismo na morte…” ( Rom. 6: 4 ) 
“…e  nos  ressuscitou  juntamente  com  Ele…” ( Efés. 2: 6 )
 
Moral da história:
 
“O batismo nas  águas  simbolizava”  um  SEPULTAMENTO  e  RESSURREIÇÃO.
Mas o “batismo da Nova Aliança” não é simbólico. “É  fato  consumado  !”
Paulo  “entendeu”  que, “quem  recebeu  o  batismo  em  Cristo”, ressuscitou juntamente com Ele, e  por  isso  anda  em  novidade  de  vida… ( Efés. 2: 6 - Rom. 6: 4 )  
“O  batismo  nas  águas  é  (e faz parte das) obras  mortas  - ( Heb. 6: 1 )
“Na  Nova  Aliança, os  predestinados, os  eleitos, “foram  batizados  em  Cristo”.
PERCEBA  ISSO  em  Gál. 3: 27 - “…fostes…”
 
ACOMPANHE  O  ESTUDO !
 
 
 
 
 
 
“MOSTRANDO O ERRO  E  PORQUE ESTÁ  ERRADO...”
(OS BATISMOS) 
(PARTE 4)
 
…como  dito  acima, Paulo  batizou  algumas  pessoas  “enquanto no ministério judaico”  
( o   judaísmo ), somente   no   livro   de   Atos, que  é  “um  livro  de transição” ( de mudanças  doutrinárias ), intermediário, entre   a   Velha   e   a   Nova  Aliança. 
No   livro   de   Atos   “ainda”   não   havia   a   “sã   doutrina”. 
Ainda não havia sido “estabelecida” a Nova Aliança ( onde“até” os gentios foram salvos, 
pela graça… )
Você  não  vai  encontrar  o  apóstolo  Paulo  batizando  ninguém  nas  águas ( tanto por imersão quanto por aspersão ) em  suas  cartas  apostólicas, muito  menos  “incitando”  ou  “influenciando”  alguém  a  “se  batizar”. 
Paulo  pertenceu  a  duas  igrejas. Primeiro  à  igreja  cristã  judaica.  E  após  receber a revelação  da  Nova  Aliança, “discerniu”  que  o  judaísmo  estava totalmente  errado  com  relação  à  Cristo.  O  judaísmo  “também”  cria  que  Jesus era  o  Cristo, mas  também  continuava  vivendo  com  os  “ritos  e  costumes”  da lei…  ( Atos 15: 1 e 5 )
Após  a  revelação ( II Cor. 12: 1 a 4 - Gál. 1: 11, 12 ) Paulo  instituiu  a  igreja gentílica, que  deveria  viver  “pela  graça  por  meio  da  fé” ( Efés. 2: 8 ), e  não  como  o  judaísmo, que  vivia  “pela  graça”  por  meio  dos  ritos  mosaicos, das  liturgias, das  tradições, dos  costumes  da  lei, dos  simbolismos  etc.…
A igreja judaica precisava “prosseguir” para a perfeição ! ( Heb. 6: 1 )
 
Paulo - SÁBIO construtor:
 
“Segundo  a  graça  de  Deus  que  me  foi  dada, PUS  EU, como  sábio  construtor,
o  fundamento  ( a sã doutrina ), e  outro  edifica  sobre  ele…” 
( I Cor. 3: 10 )
  
O  fundamento  que  Paulo  “colocou”  era  e  é  “sólido  para  sempre”,  que  é   Cristo, 
que  nos  comprou  ( I Cor. 6: 20 ), nos  santificou
nos  predestinou  ( Rom. 8: 30 ) , nos  abençoou  ( Efés. 1: 3 ) , nos  fez  santos  e  irrepreensíveis  diante  Dele  ( Efés. 1: 4 )   etc.…  ( I Cor. 6: 11 ), 
nos  ressuscitou  ( Efés. 2: 6 ), nos  fez  novas  criaturas ( II Cor. 5: 17 ),
 
Paulo ( em  suas  cartas  apostólicas, ou  seja, cartas  destinadas  às  igrejas, aos  santos  em  Cristo... ) “nunca ensinou” ninguém a “se batizar” nas águas, pois a Nova Aliança  ( a sã doutrina)  diz  que    fomos    batizados    em    Cristo  !  ( Gál. 3: 27 ), e   como   está   escrito,  “batismo  é  um  só  ! ! !” ( Efés. 4: 5 ); pelo  contrário, Paulo  escreveu  “aos  cristãos  judeus”  e  disse  que  deixassem  os ensinos   elementares   e   não   lançassem   de   novo  
“o   fundamento”   do arrependimento   de   obras   mortas, e  o   “ensinos   sobre   batismos”… mas   que   deveriam   prosseguir   para   a   perfeição… ( Heb. 6: 1, 2 )
Palavra  Apostólica : 
“Prosseguir  para  a  perfeição “é  deixar  os  ensinos  elementares ( primários )
da doutrina ( ensino ) de Cristo ( Jesus,rei dos judeus )…” 
Já  falamos  por  que  “Paulo  batizava”, e  agora  falaremos  por  que  Paulo  
“foi  batizado” :  ( Esse  assunto  é  fácil  entender… como  os  demais… ) 
“Então Ananias ( que era judeu ) foi, entrou na  casa e, impondo-lhe  as  mãos, disse : 
Irmão  Saulo, o  Senhor  Jesus, que  te  apareceu  no  caminho  por  onde  vinhas, 
me  enviou  para  que  tornes  a  ver, e  sejas  cheio  do  Espírito Santo. 
E   imediatamente   lhe   caíram   dos   olhos   como   que   umas   escamas,  
e   recuperou   a  vista.  Levantando-se,   foi   batizado.”   
( Atos 9: 17, 18 )
 
Sabemos  que  Paulo  “era  judeu” ( Filip. 3: 5 ) assim  como  também Ananias, cujo  mesmo  pertencia  à  igreja  judaica, onde  Pedro  também  fazia  parte ( essa era a primeira igreja cristã ). E  por  tradição  judaica, Paulo foi batizado.   
Alguém  diria :  Mas  por  que  Paulo  “aceitou”  ser  batizado ?
Porque  Paulo  “não  sabia  nada”  sobre  Nova  Aliança,  pois  ainda  não  havia  a sã  doutrina. Percebemos  “facilmente”  que  esse  era  um  batismo  judaico.
Paulo   não   sabia,  “mas   já   tinha   sido   batizado   em   Cristo...” ( ...só   lhe   foi   revelado   depois… ) Ao  ser  reconciliado,  você  foi  batizado  em  Cristo ! ( II Cor. 5:18 - Gál. 3:27 ) “Pela   graça   sois   salvos !”  ( Efés.2:8 )
 * Não era (e nem é) necessário se batizar nas águas !
 
O  “batismo  da  salvação”  não é o  da carne, mas  do  espírito ! 
E já  o  temos  ! (Efésios 2: 8)
 
 
 
 
“MOSTRANDO  O  ERRO  E  PORQUE  ESTÁ  ERRADO...”
(OS BATISMOS)
(PARTE 5)
 
Ao   sermos   “reconciliados   com   Deus”  ( II Cor. 5: 18 ), também   “fomos   batizados  em   Cristo”  ( Gál. 3: 27 ) Isso  quer  dizer  que  “não  era  necessário  batizar  nas  águas”,  pois  já  vimos  que “esse batismo” era judaico ( Marc. 16: 14,16 - Mat. 28: 16,19 ),e  “somos  gentios” !
Gentios  “não  se  batizam  nas  águas”,  pois  somos  salvos pela  graça,  por  meio  da  fé… 
( Efés. 2: 8 ), porque  “em  Cristo”  nem  a circuncisão  nem  a  incircuncisão  tem  valor  algum,  “mas   sim   o   ser   uma   nova   criatura…”  ( Gál. 6: 15 ), e   em   Cristo,   já   somos  !   
( II Cor.5:17 ). 
Nossa   circuncisão ( sinal  de  Deus  em  nossas  vidas )   é   no   coração, no   espírito,   
não  na  letra, e  cujo  louvor  “não   provém”   dos   homens, mas   de   Deus… ( Rom. 2: 29 ).
---  O   batismo   nas   águas   “era”   para   a   carne.
O   batismo   “em   Cristo”   “foi”   para   o   espírito.
 
Saiba  disso : “Deus nos fez ovelhas ! ! !”( Salmos 100: 3 )   -  
 
“você   sempre   foi   ovelha ! ! !”        ( Quem recebe ? ? ? )
 
PRESTE   ATENÇÃO : 
Por que Filipe batizava  ?  ( Atos 8: 12, 16, 38 )
Por que Pedro batizava ? ( Atos 2: 38 - 10: 47, 48 )
 
Perceba  que  “essa  história”  se  encontra  no  livro  de  Atos,  e  não  nas  cartas apostólicas  
( que são os ensinamentos para a igreja, os que “estão em Cristo” ), e  no  livro  de  Atos  se  encontra  “o  começo  da  igreja  cristã” ( judaica ), tanto  é  que  a  conhecemos  como  “a  igreja  primitiva”. Em  Atos  cap. 2 ( hoje ) percebemos  “uma  falha”  por  falta  de  apostolado,
quando Pedro  mandou  que  “se  arrependessem  e  fossem  batizados…” ( verso 38 )
OBS : { ...naquele  tempo  “não  era  uma  falha”,  pois  a  sã  doutrina  ainda  não havia  sido  revelada...  “hoje” ( agora  que  já  foi  revelada ) percebemos  que  “se” pregarmos  ou  ensinarmos  “arrependimento  e  batismos”  já  estamos  cientes  de que   são   “obras   mortas” 
( pois    Paulo    “generalizou”    toda    a    lei    e    o  judaísmo    no   sacrifício    único    e    eterno    de    Cristo    por    nós (  judeus    e   gentios ) –  ( Rom. 10: 4 - Heb. 10: 10,12,14 ).  }
Hoje,  uma   vez   já   revelada   a    plenitude   da   Nova   Aliança ( pelo  menos  na  palavra  escrita… )  não  podemos  “lançar  de  novo”  o fundamento   de   arrependimento   de   obras   mortas… ( Heb. 6: 1 ), como   se   Cristo  “ainda   fosse   para   a   cruz”  ? ! ?
Paulo  denominou  “obras  mortas”  todos  e  quaisquer  “sacrifício” (  tradição, costumes da lei, ou do judaísmo, preceitos religiosos, obras da lei etc.… ) que  em  Cristo  se  fizeram  “inúteis”  para  a  nossa  salvação, redenção, santificação,  aperfeiçoamento  etc.… ( ver Heb. 7: 19 ).
Paulo  “instituiu”  ( I Cor. 3: 10 ) como  deve  andar  uma  igreja  “em  graça” ( igreja  que  “recebe”  como  único, perfeito, eficiente, suficiente  e  eterno “sacrifício  de  Cristo”  por  nós, os  eleitos  e  predestinados )
Entendemos  que Cristo  veio  cumprir  a  lei  em  nosso  lugar ( Mat. 5: 17 ) e salvar o que se havia perdido  ( Luc. 19: 10 ), nos  comprou  com  o  Seu  próprio  sangue ( I Cor. 6: 20 - Heb. 9: 12 )  para  que  fôssemos  I Pe. 2: 9 ).  “E JÁ SOMOS !”
---  Pedro,  Filipe,  Tiago,  João  ( e  todos  os  discípulos ) e   “até”   Paulo ( por  um  tempo ), viveram  no  judaísmo. Mais  tarde ( por revelação de Deus )  Paulo “desligou-se”  do  judaísmo  e  foi  para  “os  gentios” ( ver Gál. 2: 7 a 9 ). Algumas  vezes  no  “livro  de  Atos”, 
Paulo  precisou  viver  como  se  fosse  judeu ( veja I Cor. 9: 20 ) até  se  desligar  totalmente  do  judaísmo ( Gál. 3: 28 - 2: 4 a 6 )
 
Palavra Apostólica:
Eu  te  pergunto:
---  Na  Nova  Aliança, após  ter  sido  “batizado  em  Cristo”, qual  a  diferença ( ou  o  que  muda  para  a  ovelha )  em   a   ovelha   “ser   molhada   por   fora”, ou   em  “continuar  sendo  ovelha,  ( mas seca ? ? ?  ) - Davi  disse  que  o  Senhor nos  fez  ovelhas,  e  independente  de  
“ser  molhada  ou  continuar  seca” você  sempre  continuará  a  ser  ovelha  !
“Com  lã  ou  sem  lã   você  sempre  foi, é  e  sempre   será  ovelha  ! ! !” 
Lembre-se:    Você    não    se    tornou    ovelha.    “Deus    te    fez”    ovelha  !
“E    uma    vez    ovelha,    ovelha    para    sempre…”
NÃO   ANULE   A   GRAÇA   DE   DEUS ! ( Gál. 2: 21 )
---  Quando  Davi  disse  ( no  Salmos  100: 3 )  que  o  Senhor  “NOS  FEZ”  ovelhas  NÃO  HAVIA  O  “RITUAL”  DO  BATISMO  EM  ÁGUAS...
Quando  Davi  disse  isso  NUNCA  NINGUÉM  TINHA  SE  BATIZADO....
E  ele  disse  que  o  Senhor  o  tinha  feito  povo Seu  e  ovelha  do  Seu  pasto....
Ora, se  Davi , sem  se  batizar,  JÁ  ERA  ovelha   numa  velha  e  imperfeita  aliança...  quanto mais nós  que  ALCANÇAMOS  MINISTÉRIO  “MAIS EXCELENTE”, 
que   tem   “SUPERIOR   ALIANÇA”   e   que   está   firmada   em  “MELHORES   PROMESSAS   ?   ?   ?”   ( Heb. 8: 6 )
Quem ( AINDA ) “crê”  que  a  salvação  eterna  “DEPENDE”  de  molhar  a  carne  em  águas 
( seja  em  “batistério”  ou  em  “rios” ) AUTOMATICAMENTE  não  está  crendo  em  Hebreus  10: 10 a  14.
...AINDA  QUE  “DIGAM”  QUE  TEM  A  JESUS  
COMO  ÚNICO  E  “SUFICIENTE”  SALVADOR....